Maringá gerou 1.045 empregos formais em janeiro; veja os setores que mais contrataram
Imagem ilustrativa/foto: Agência Brasília

Caged

Maringá gerou 1.045 empregos formais em janeiro; veja os setores que mais contrataram

Economia por Lethícia Conegero/GMC Online em 10/03/2022 - 18:39

Maringá gerou 1.045 empregos formais em janeiro, segundo dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgados nesta quinta-feira (10), pelo Ministério do Trabalho e Previdência. O valor é resultado de 7.646 contratações e 6.601 desligamentos. O saldo é cerca de 6% maior que o registrado em janeiro do ano passado, quando o município abriu 986 postos de trabalho – resultado de 7.324 admissões e 6.338 desligamentos.

O município lidera a geração de empregos no interior do Paraná, seguido de Cascavel (808), Londrina (658), Colombo (629).

O setor que mais gerou empregos formais em Maringá no primeiro mês de 2022 foi o de serviços, com saldo de 530 vagas (3.726 contratações e 3.196 demissões). Em seguida aparece a indústria, com 384 empregos abertos (1.360 admissões e 1.012 desligamentos); a construção civil, que gerou 158 novos postos (682 contratações e 524 demissões) e o comércio, com saldo de 17 empregos (1.866 contratações e 1.849 demissões). Apenas o setor da agropecuária registrou saldo negativo: foram fechadas oito vagas, resultado de 12 admissões e 20 desligamentos.

O Paraná fechou o mês de janeiro com a abertura de 18.351 vagas de emprego com carteira assinada, segundo Caged. O saldo se refere à diferença entre 140.945 admissões e dos 122.594 desligamentos. Foi terceiro melhor resultado do País para o mês, atrás apenas de São Paulo (48.355) e de Santa Catarina (23.358).

O País abriu 2022 com um saldo positivo 155.178 carteiras assinadas em janeiro – foram 1.777.646 admissões e 1.622.468 desligamentos.

Acesse GMC Online

Quer enviar sugestão, comentário, foto ou vídeo para a CBN Maringá? Faça contato pelo WhatsApp (44) 99877 9550