Maringá deverá ter cinco colégios cívico-militares
Imagem Ilustrativa/Foto: Geraldo Bubniak/ANPr

Educação

Maringá deverá ter cinco colégios cívico-militares

Educação por Victor Simião em 26/10/2020 - 16:00

O anúncio foi feito pelo Governo do Paraná. As cinco escolas foram selecionadas pela Secretaria de Educação e são da rede estadual. Agora, haverá consulta pública para saber se a comunidade escolar aprova. Em todo o Paraná, serão 215 unidades nessa modalidade a partir de 2021. Sarandi e outras cidades da região também deverão ter escolas cívico-militares

O Governador do Paraná, Carlos Massa Ratinho Júnior (PSD), anunciou o lançamento de um programa para a criação de 215 colégios cívico-militares no estado. Desse total, cinco serão em Maringá. A informação foi divulgada em evento nesta segunda-feira (26), em Curitiba. As unidades foram escolhidas pela Secretaria Estadual de Educação e do Esporte. Agora, uma consulta será feita à comunidade escolar para saber se aprova ou não.

Conforme documento do Governo, os colégios já existem, são da rede estadual. A ideia do programa é torná-los cívico-militares. Os selecionados em Maringá são Vinicius de Moraes, Ipiranga, Brasílio Itiberê, Alberto Byington Jr e Tomaz Vieira.

117 municípios vão receber o projeto em todas as regiões do Estado a partir de 2021. O investimento é de R$ 80 milhões para 129 mil alunos. O ensino será de professores civis, a partir do 6º ano até o Ensino Médio. A gestão dos colégio será de policiais militares.

Maringá já tem uma escola nesse modelo: é o colégio estadual João 23.

O Governo justificou a mudança dizendo que pretende aumentar o nível da educação. Foi o que disse o governador Ratinho Júnior. [ouça no áudio acima]

A modalidade de ensino irá oferecer aulas extras de português, matemática e valores éticos e constitucionais.

A partir desta terça-feira (26) haverá a liberação da consulta à comunidade para dizer se aceita ou não, lembrou o governador. [ouça no áudio acima]

As escolas foram selecionadas por conta de vulnerabilidades, disse o secretário de Educação, Renato Feder. [ouça no áudio acima]

Na região de Maringá, Colorado, Mandaguari, Marialva e Astorga tiveram uma escola cada selecionada. Sarandi, duas.