MFC vai pedir ressarcimento de despesas por causa de falha
Divulgação/MFC

Sem árbitros

MFC vai pedir ressarcimento de despesas por causa de falha

Por Luciana Peña em 06/05/2019 - 09:41

A partida entre o Maringá Futebol Clube e o Avenida pela Série D do Campeonato Brasileiro atrasou porque os árbitros escalados não chegaram no horário. O MFC diz que teve custo operacional extra, devolveu ingressos e os patrocinadores também tiveram prejuízo.

Atualizado em 06/05, às 14h30 - a CBF informou que o atraso na partida foi devido a um erro na logística. Sobre possível ressarcimento, a CBF vai aguardar que o MFC se manifeste para depois analisar o pedido do clube de Maringá

 

Player Ouça a reportagem

O Maringá Futebol Clube estreou no sábado na série D do Campeonato Brasileiro. E foi uma estreia tumultuada. O jogo entre o Maringá e o Avenida do RS, marcado para as cinco horas da tarde, começou com duas horas e meia de atraso. Isso porque os árbitros do Rio de Janeiro escalados para o jogo achavam que a partida seria no domingo. É que na primeira tabela divulgada pela CBF, mas não homologada, a partida seria mesmo cinco de maio. Quando se percebeu o problema, árbitros de Londrina foram convocados às pressas, mas nem precisaram entrar em campo. É que nesta altura do campeonato os cariocas já estavam em Maringá. Chegaram um dia antes, pelo calendário deles, mas atrasados pelo calendário oficial. No final das contas apitaram o jogo que começou às 7 e meia da noite. O jogo terminou empatado, mas os gastos do MFC não. O diretor financeiro do Maringá, Clerio Dallazen Junior, diz que o clube teve prejuízo. A conta ainda será fechada, e cobrada da Federação Paranaense ou da CBF.

O time diz que nunca viu nada parecido com o que aconteceu e fica preocupado com o que denota descaso com a série D do Brasileirão.

A CBN está tentando contato com a CBF, que só atende a partir das 10 horas da manhã.

Notícias Relacionadas

Notícias da mesma editoria