Mulheres russas podem mudar o rumo da guerra na Ucrânia?
Foto: ilustrativa/CBN Maringá

Podcast CBN Maringá

Mulheres russas podem mudar o rumo da guerra na Ucrânia?

Podcast por Luciana Peña em 11/03/2022 - 07:15

A guerra começou em 24 de fevereiro quando a Rússia invadiu um país livre e sem que tenha sofrido qualquer agressão.

De lá para cá as imagens e informações que chegam até nós são dramáticas. 

Nesta semana, em que se comemorou o Dia Internacional da  Mulher, o presidente da  Rússia, Vladimir Putin, disse às mães, filhas, namoradas e mulheres de soldados que elas devem se orgulhar deles. 

Mas será que é esse o sentimento que predomina entre as mulheres russas? 

A  socióloga russa Svetlana Ruseishvili, pesquisadora e professora na Universidade Federal de São Carlos,  que tem família vivendo na Ucrânia e que acompanha dia a dia as notícias transmitidas pelos dois lados do conflito, acredita que as mulheres russas podem mudar o rumo da guerra quando tomarem consciência que não é uma operação militar especial e perceberem que os seus soldados estão matando e morrendo. 

Acesse aqui