Na 2ª votação, OSM questiona projeto de lei que reduz tarifa de transporte coletivo
Foto: Letícia Tristão/CBN Maringá

Maringá

Na 2ª votação, OSM questiona projeto de lei que reduz tarifa de transporte coletivo

Política por Letícia Tristão em 10/02/2022 - 13:36

O Observatório Social de Maringá encaminhou um ofício à Câmara com questionamentos acerca do projeto que reduz a tarifa do transporte coletivo em Maringá para R$ 4. Apesar disso, os vereadores aprovaram a nova tarifa que deve começar a valer a partir de segunda-feira (14). 

Os vereadores aprovaram em segunda discussão nesta quinta-feira (10) o projeto que reduz para R$ 4 o valor do transporte coletivo em Maringá.

O projeto deve ser sancionado pelo prefeito na segunda-feira, dia 14, data que a administração estabeleceu para começar a valer a nova tarifa.

Mas os parlamentares receberam nesta quinta-feira (10) um ofício elaborado pelo Observatório Social levantando questionamentos sobre o projeto do Executivo.

O observatório questiona a urgência do projeto, o que não permitiu análise detalhada por parte das comissões da Câmara.

A entidade também apontou a falta da apresentação da planilha de custos da empresa e da base de cálculo para chegar ao valor de aporte proposto pela prefeitura à empresa, que foi estabelecido em R$ 25 milhões, para arcar com as gratuidades do serviço.

Os vereadores concordam com os questionamentos do OSM, mas mantiveram os votos favoráveis ao projeto.

É o que disse o vereador Mário Verri, presidente em exercício da sessão. [ouça o áudio acima]

O vereador Rafael Roza diz que precisa haver prestação de contas sobre o assunto por parte da prefeitura e da empresa. [ouça o áudio acima]

Segundo o vereador Alex Chaves, líder do prefeito na Câmara, alguns dos questionamentos não cabem ao poder Legislativo. [ouça o áudio acima]

A reportagem entrou em contato com a prefeitura, que disse estar analisando o ofício.

Quer enviar sugestão, comentário, foto ou vídeo para a CBN Maringá? Faça contato pelo WhatsApp (44) 99877 9550