Na pandemia, usuários de internet investiram em conexões de dados com mais qualidade
Foto: Marcello Casal Jr./Agência Brasil/Arquivo

Tecnologia

Na pandemia, usuários de internet investiram em conexões de dados com mais qualidade

Tecnologia por Luciana Peña em 10/02/2021 - 11:58

Para o home office, a aula online e todo o restante de atividades dentro de casa, o jeito foi garantir uma internet mais potente. Muita gente foi atraída pela fibra óptica. Considerada a rede de transmissão mais moderna que existe, a fibra óptica abre o caminho para usufruir o melhor da tecnologia 5G, que desembarca no país em 2022.

As empresas de telecomunicações estão ansiosas para o leilão da tecnologia 5G. Ele deve acontecer ainda neste primeiro semestre do ano.

A 5G não será apenas uma 4G melhorada. É uma tecnologia totalmente inovadora que vai permitir, por exemplo, que a internet das coisas seja algo incorporado à rotina dos internautas.

Imagine a geladeira conversando com outros eletrodomésticos da casa, aparelhos solucionando demandas domésticas, um admirável mundo novo.

E este mundo novo está logo ali. A expectativa é que ele se torne realidade no Brasil em 2022, diz o diretor regional da operadora de telefonia Oi, Giovani Cristiano da Silva. [ouça no áudio acima]

E na antesala de mudanças que estão por vir, saíram na frente as empresas que investiram em redes de transmissão de dados de alta qualidade.

A tecnologia de transmissão de dados mais moderna que existe é a rede de fibra óptica. E quando a rede é pura, ou seja, a fibra sai da central da operadora e vai até a casa do cliente, a qualidade do tráfego de dados é a melhor possível.

Os consumidores passaram a valorizar mais a capacidade de transmissão de dados de uma operadora de telefonia durante a pandemia, quando se viram dependentes da internet para trabalhar, estudar e se comunicar com o mundo exterior dentro de casa. [ouça no áudio acima]

A rede de fibra óptica no Brasil deve ter uma expansão acelerada. Só a Oi, que tem a maior rede de fibra óptica do país, chega a 110 mil endereços em Maringá. [ouça no áudio acima]

A Oi planeja encerrar 2021 com cobertura em 50 municípios do Paraná. Hoje são 30 cidades, entre elas Maringá, Londrina, Cascavel, Ponta Grossa, Foz do Iguaçu e Curitiba.