População em situação de rua dobrou nos últimos cinco anos
Imagem Ilustrativa/Foto: Agência Brasil

Maringá

População em situação de rua dobrou nos últimos cinco anos

Por Luciana Peña em 10/12/2019 - 10:23

O dado foi divulgado pelo Observatório das Metrópoles em audiência pública nessa segunda-feira(9). Mais da metade dos moradores de rua identificados na pesquisa é de Londrina, São Paulo ou outras cidades. Muitos estão na rua há menos de um ano e só precisam de uma oportunidade para voltar ao mercado de trabalho.

Player Ouça a reportagem

Os pesquisadores do Observatório das Metrópoles encontraram este ano 450 pessoas em situação de rua em Maringá. O número é 27% maior do que o registrado em 2018 e o dobro do número de moradores de rua identificados em 2015, ano em que começou a pesquisa. Neste período ficou consolidado o perfil dos moradores de rua. Quem vive nas ruas de Maringá geralmente é homem, negro e de baixa escolaridade diz a professora da UEM e coordenadora do Observatório das Metrópoles, Ana Lúcia Rodrigues.

A pesquisa também revelou que um terço dos moradores de rua é de Maringá e região. Muitos vêm aqui de perto: Londrina.

Um dado que chama a atenção e deve servir de alerta para o  Poder Público é que muitos moradores de rua estão nesta condição há menos de um ano, ou seja, não criaram vínculo com a rua e desejam muito retornar ao mercado de trabalho. Mas precisam das condições, oportunidades que dependem do Estado.

A pesquisa completa foi apresentada em audiência pública nessa segunda-feira com a participação da comunidade, de secretários municipais e representantes das instituições e entidades voltadas a este público.

 

Notícias da mesma editoria