Projeto do Executivo gera polêmica
Vereador Sidnei Telles Presidente da comissão que estuda a proposta (Foto: Divulgação/CMM)

Zeis

Projeto do Executivo gera polêmica

Por Luciana Peña em 13/06/2019 - 11:34

A Diretoria de Habitação enviou para a Câmara de Maringá um projeto de lei que permite a construção de casas populares em 18 lotes definidos pela prefeitura. A proposta é ampliar para vazios urbanos as zonas especiais de interesse social. Mas os vereadores acharam melhor criar uma comissão para estudar a proposta do Executivo. A comissão já trabalha há vinte dias. Nesta semana o presidente da comissão, vereador Sidnei Telles, foi atacado nas redes sociais. Internautas dizem que a comissão não quer a construção de casas populares em áreas nobres da cidade. O vereador usou a tribuna para se defender e explicou por que o trabalho da comissão é necessário.

Player Ouça O Vereador Sidnei Telles

O líder do prefeito na Câmara, vereador Alex Chaves, diz que é importante sim avaliar cada um dos lotes que podem se tornar área de interesse social. Mas o objetivo principal, diz ele, é evitar a migração de maringaenses por falta de moradia.

E o assunto será tema de entrevista no CBN Maringá 2ª edição. Vamos conversar com o diretor de Habitação, Márcio Lorin.

Notícias Relacionadas

Notícias da mesma editoria