Projeto vai propor rede de transmissão de energia subterrânea em Maringá
Imagem ilustrativa/foto: CMM/divulgação

Planejamento

Projeto vai propor rede de transmissão de energia subterrânea em Maringá

Política por Victor Ramalho em 26/04/2022 - 17:17

A proposta de lei é da vereadora Professora Ana Lúcia (PDT). Segundo um especialista, uma rede de cabeamento subterrânea é um projeto inovador, mas o custo é elevado e precisa ser feito de forma gradativa.

A região da Avenida Horácio Racanello foi uma das que sofreram menos danos em razão do temporal do último sábado (23). E isso se deve ao fato da rede de transmissão de energia do local ser subterrânea, ou seja, o cabeamento passa por baixo da terra.

Com isso, mesmo que árvores caiam com a ação de vendavais, a rede de energia não fica comprometida. E fazer com que essa rede de transmissão alternativa chegue em todas as regiões de Maringá é o objetivo de uma proposta de lei da vereadora Professora Ana Lúcia (PDT), que foi apresentada na sessão da Câmara desta terça-feira (26).

Conforme a parlamentar, o projeto tem o objetivo de definir um plano de ação para que todo o cabeamento elétrico de Maringá seja subterrâneo. A ideia é que, mesmo que a cidade seja atingida por temporais como o de sábado, o fornecimento de energia não seja comprometido. [ouça no áudio acima]

A proposta de lei foi encaminhada para a Divisão Legislativa da Câmara, que irá redigir o texto do projeto. Após isso, ele deverá passar pelas comissões permanentes da casa, antes de entrar em pauta.

Uma rede de cabeamento subterrânea é um projeto inovador, mas com um custo elevado. Em entrevista à CBN Maringá nessa segunda-feira (25), o presidente do Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Paraná, Milton Zanelatto, explicou que um trabalho como esse demanda tempo e precisa ser feito de forma gradativa. [ouça no áudio acima]

Quer enviar sugestão, comentário, foto ou vídeo para a CBN Maringá? Faça contato pelo WhatsApp (44) 99877 9550