Retirado projeto que concede benefício durante tratamento de saúde
Imagem ilustrativa/Foto: Reprodução/internet

Vale-alimentação

Retirado projeto que concede benefício durante tratamento de saúde

Política por Luciana Peña em 11/12/2019 - 11:47

O projeto do Executivo que foi enviado em regime de urgência para a Câmara de Maringá tratando sobre o vale-alimentação, não chegou a ser votado na sessão dessa terça-feira(10). O líder do prefeito decidiu retirar a proposta por cinco sessões para avaliar melhor o texto. 

O projeto concede o benefício do vale-alimentação para os servidores municipais que estejam afastados do trabalho para tratamento de doença grave. Caso o projeto seja aprovado, o município terá um custo extra de 270 mil reais ao ano. 

O problema deste projeto é que o vale-alimentação é uma verba indenizatória e, por isso, só é paga a quem está trabalhando. Outros projetos do Executivo, que corrigiam a tabela salarial de alguns cargos na administração, como eletricista, auxiliar de agrimensura e educador social, e que também entraram em regime de urgência,  foram aprovados.