Sindicato suspende paralisação após liminar da Justiça
TCCC/Divulgação

Transporte Coletivo

Sindicato suspende paralisação após liminar da Justiça

Por Luciana Peña em 13/06/2019 - 21:40

Com medo de baixa adesão, o sindicato que representa os motoristas de ônibus da TCCC suspendeu a paralisação prevista para essa sexta-feira(14). A suspensão foi decidida após liminar judicial. O Tribunal Regional do Trabalho da 9ª região deferiu parcialmente pedido de liminar da empresa de Transporte Coletivo Cidade Canção. Em decisão desta quinta-feira (13), a desembargadora Nair Maria Lunardelli Ramos proibiu que o sindicato dos motoristas feche a garagem dos ônibus, as vias de acesso à Praça Raposo Tavares, onde funciona o terminal provisório, e impeça motoristas de sair com os veículos. Na decisão é imposta uma multa de R$100mil ao dia em caso de descumprimento. O deferimento é parcial porque não impede adesão à paralisação de motoristas por livre e espontânea vontade. A Justiça entendeu que a paralisação é um movimento político-social e que a empresa TCCC nada pode fazer para atender o movimento e “pacificar o conflito”.  Mas não viu provas de que o patrimônio da empresa está em risco. Diante da decisão, o Sinttromar achou melhor cancelar a paralisação. A CBN enviou mensagem ao diretor sindical Emerson Silva para entender o porquê, afinal a Justiça não impediu a manifestação individual de motoristas. Emerson Silva publicou um vídeo comunicando aos motoristas sobre a decisão do sindicato de suspender a paralisação. No vídeo ele diz, ao contrário do que está no texto, que a ordem judicial impede a greve. De qualquer forma, para o usuário do transporte, a informação importante no momento é que os ônibus, portanto, devem circular normalmente nesta sexta-feira (14).

Atualizado às 22h10- Em resposta à CBN, Emerson Slva diz que o sindicato não tem medo de baixa adesão, mas decidiu suspender o movimento para preservar o funcionário que pode sofrer represárlias. Segundo Emerson, a direçao do sindicato deve saber quando avançar ou recuar. 

Com colaboração do Portal GMC Online

Notícias Relacionadas

Notícias da mesma editoria