Startups criam ou ampliam soluções para facilitar a vida durante a pandemia
Imagem meramente ilustrativa por: Pexels, em Pixabay

Tecnologia

Startups criam ou ampliam soluções para facilitar a vida durante a pandemia

Tecnologia por Luciana Peña em 24/07/2020 - 12:33

Empresários do setor acreditam que muitas soluções vieram para ficar. Ao acelerar o desenvolvimento de ferramentas tecnológicas, a pandemia desenha um futuro cada vez mais conectado.

Maringá, que é polo de TI, tem muitos exemplos de soluções tecnológicas. Soluções que surgiram aqui e ganham o Brasil e o mundo.

Na pandemia, os desenvolvedores de aplicativos e plataformas se viram obrigados a acelerar as ideias e colocar em prática, o mais rápido possível, ferramentas que já estavam em processo de criação antes da chegada do coronavírus.

O presidente da aceleradora Evoa, Ilson Resende, cita o exemplo de um aplicativo desenvolvido inicialmente para cartórios e que na pandemia se transformou em ferramenta útil para todo cidadão.[ouça no áudio acima]

Em Brasília, uma startup desenvolveu um aplicativo que em breve estará disponível para advogados de todo o país. O começo foi no Distrito Federal porque lá estão os tribunais superiores. É uma ferramenta que conecta advogados e clientes virtualmente. O aplicativo até traduz processos judiciais para o cliente. É útil na pandemia, mas deve ser adotada como ferramenta mesmo depois da crise sanitária, diz o CEO da startup, Rogério Fontes de Resende.[ouça no áudio acima]

Para o empresário do setor de TI, Henrique Guimarães, da aceleradora Cotidiano, mesmo quem não tem intimidade com a tecnologia, está se vendo forçado a aprender, e em pouco tempo descobre que era mais fácil do que se imaginava.[ouça no áudio acima]

Outro exemplo de tecnologia que veio para ficar é o Notifica Saúde, plataforma criada especificamente para o momento de pandemia. O site atualiza diariamente os números de coronavírus em Maringá. Mesmo após a pandemia, a ferramenta continuará útil, diz o presidente da Evoa Ilson Rezende.[ouça no áudio acima]