UEM não pode contrariar decisão judicial, diz procurador
Divulgação/AEN

Meta4

UEM não pode contrariar decisão judicial, diz procurador

Educação por Luciana Peña em 26/01/2018 - 13:23

O procurador-geral do Estado, Paulo Sérgio Rosso, explica que a lei exige transparência de órgãos públicos e por isso o governo criou o Meta 4, que irá abastecer um portal da transparência único e mais completo. A transmissão de dados não fere a autonomia da UEM, não contraria a lei de 1992, citada pela universidade, e  não coloca em risco a qualidade do ensino, diz o procurador. Sobre os salários, Rosso explica que há risco de atrasos, mas acredita que haverá entendimento entre universidade e governo.

Ouça também: Sindicato condiciona divulgação do resultado do vestibular da UEM ao pagamento do salário de janeiro

Ouça também: UEM se posiciona em entrevista sobre a não adesão ao Meta4.