Viveiro da Colônia Penal de Maringá vai cultivar plantas comestíveis
Foto: Divulgação/Prefeitura de Maringá

Alimentação

Viveiro da Colônia Penal de Maringá vai cultivar plantas comestíveis

Cidade por Letícia Tristão em 19/01/2022 - 16:26

O espaço foi ampliado e as plantas cultivadas serão entregues para alimentação dos idosos acolhidos na Casa Lar.

Os apenados da Colônia Penal de Maringá agregaram mais uma função aos dias de trabalho. Dentro da Colônia, já existe o viveiro de mudas, para o cultivo de flores e plantas. É uma parceria entre prefeitura e Deppen, o Departamento de Polícia Penal do Paraná. E nesta quarta-feira (19), foi inaugurada a ampliação do espaço.

Agora, no local serão cultivadas também as Panc’s, Plantas Alimentícias Não Convencionais. Se enquadram nessa categoria ora pro nobis, açafrão, almeirão roxo, entre outros.

O cultivo dessas plantas tem um ciclo de três meses e a capacidade de produção de 1,5 mil quilos por ciclo.

Segundo o secretário de Limpeza Urbana, Paulo Gustavo Ribas, as panc’s cultivadas no viveiro serão destinadas à Casa Lar Benedito Franchini. [ouça o áudio acima]

Quer enviar sugestão, comentário, foto ou vídeo para a CBN Maringá? Faça contato pelo WhatsApp (44) 99877 9550