Jovem que recebeu carta pedindo para que ela usasse roupas ‘adequadas’ explica por que se mudou de prédio
Ana Paula Benatti, de 22 anos. Foto: Arquivo pessoal

Maringá

Jovem que recebeu carta pedindo para que ela usasse roupas ‘adequadas’ explica por que se mudou de prédio

Cidade por Portal GMC Online em 31/05/2021 - 17:57

A jovem Ana Paula Benatti, de 22 anos, que recebeu uma carta anônima pedindo que ela usasse roupas ‘adequadas’ nas dependências do condomínio em que morava, em Iguatemi, distrito de Maringá, resolveu mudar do prédio. Ela saiu do apartamento no último sábado (29) e foi morar em uma casa.

Por meio do Instagram, ela explicou aos seus seguidores por que tomou essa decisão. Em entrevista ao GMC Online, reforçou que o principal motivo foi ter mais espaço para cuidar de suas duas cachorras, que são de porte grande.

“Terminei um relacionamento no dia 30 de abril, no qual morávamos juntos, e no dia 1º de maio me mudei para o apartamento. Nós tínhamos duas cachorras no qual sou muito apegada. Quando terminamos, fiquei confiante de que ele alugaria uma casa e cuidaria delas, porém não foi o que aconteceu. A gente cogitou a possibilidade de doar, deixar com alguém, mas não consegui me desfazer delas. Não teria como cuidar delas dentro de um apartamento, então aluguei uma casa e foi onde decidi me mudar”, relatou.

No entanto, a carta anônima que recebeu no início do mês e a forma como vinha sendo tratada no condomínio residencial também contribuíram para que tomasse a decisão, segundo Ana Paula.

“Não foi por conta especificamente da carta, mas isso contribuiu sim. Eu pensei: já aconteceu tudo isso aqui, as pessoas me olham torto, ficam me encarando, quando falo algo no grupo do condomínio me retrucam. […] Ontem me removeram do grupo – não era para terem removido, porque eu ainda não tinha entregado o apartamento – e depois recebi prints da conversa, onde as pessoas ficaram mandando figurinhas debochando de mim. Quando me colocaram de volta no grupo, mandei os prints e falei: ‘e aí, vamos continuar a zoação, agora que estou aqui?’ E  todo mundo ficou quieto. Ali tem uma energia muito negativa, as pessoas falam mal de tudo, então já aproveitei todo o ocorrido e sai desse lugar tóxico e machista”, reforçou a jovem.

Relembre

A carta anônima foi colocada debaixo da porta de Ana Paula Benatti no início de maio, uma semana após ela ter se mudado para o condomínio. Na época, a jovem chegou a registrar um boletim de ocorrência pelo crime de injúria.

Sem se identificar, o autor da carta escreveu: “gostaríamos que tivesse o pudor e decência de usar roupas adequadas nas dependências do condomínio”. O suposto vizinho se mostrou incomodado com as roupas da jovem e finalizou o recado dizendo que procuraria a proprietária do apartamento caso ela não mude a forma de se vestir.

O autor da carta ainda não foi identificado e a Polícia Civil investiga o caso.

Veja a carta:

Carta pede que moradora use roupas ‘adequadas’ nas dependências do condomínio.
Carta pede que moradora use roupas ‘adequadas’ nas dependências do condomínio.

Por Lethícia Conegero e Monique Manganaro/GMC Online

 

Quer enviar sugestão, comentário, foto ou vídeo para a CBN Maringá? Faça contato pelo WhatsApp (44) 99877 9550