Onça é filmada andando por canavial na região de Maringá; assista
Registro da onça, em Jardim Olinda

Meio ambiente

Onça é filmada andando por canavial na região de Maringá; assista

Meio Ambiente por Ricardo Freitas/GMC Online em 20/06/2022 - 14:39

Uma onça foi filmada andando em meio a um canavial, em Jardim Olinda, na região de Maringá. Segundo a prefeitura do município, as imagens foram gravadas de dentro de um veículo por um trabalhador de uma usina sucroalcooleira. O animal passava tranquilamente por uma estrada de chão.

O biólogo Nelson Junior viu as imagens e disse ao GMC Online se tratar de uma onça-parda, também conhecida como Saçuarana (Puma Concolor). “É um animal grande adulto, olha o tamanho da musculatura das pernas traseiras, essa onça pode chegar a 80 km por hora”, afirmou.

O aumento de aparições de onças tem assustado e chamado a atenção de moradores e autoridades de municípios margeados pelo rio Paranapanema, na região de Maringá. Foram pelo menos 10 aparições do felino relatadas na último mês, nos municípios de Jardim Olinda, Itaguajé e Paranapoema; e mais 3, em junho.

As três localidades concentram áreas de matas, fazendas e grandes plantios agrícolas. Existe também a proximidade com o Parque Estadual do Morro do Diabo, no estado de São Paulo.

Parque do Morro do Diabo ficam bem próximo aos municípios onde as onças estão aparecendo
Parque do Morro do Diabo ficam bem próximo aos municípios onde as onças estão aparecendo

Segundo a assessoria de imprensa da Prefeitura de Jardim Olinda, as onças começaram a ser vistas com mais frequência desde o início de maio. Por conta disso, o município emitiu alerta aos moradores. A recomendação é para que as pessoas evitem andar sozinhas, principalmente à noite. Caso pegadas sejam encontradas, fotos e a localização devem ser repassadas aos órgão competentes.

A prefeita de Jardim Olinda, Lucimar Souza Morais, disse ao GMC Online que está preocupada, principalmente com as casas de veraneio. “Os animais estão se sentido encurralados no habitat deles e estão chegando perto da cidade. Essa semana, por exemplo, nosso vigia do parque ecológico passou apuro, ao avistar duas onças-pintadas. Nossa preocupação é que do lado do parque temos 200 casas de veraneio, famílias ficam aqui nos feriados e outras passaram a residir”, destacou.

As mesmas recomendações foram compartilhadas pelo prefeito de Itaguajé, Crisogono Noleto.

Em Jardim Olinda, as onças passaram a ser vistas por pescadores, principalmente, em uma região conhecida como Ecopark, que fica entre a cidade e o Rio Paranapanema. Em Paranapoema, elas chegaram até as fazendas de gado e estão atacando os animais. Um funcionário da fazenda Guanabara fotografou um dos bezerros que foi arrastado e comido pela onça. Boa parte da carcaça foi abandonado.

Na PR-542, em Itaguajé, uma onça-pintada foi encontrada morta às margens da rodovia. O animal provavelmente foi atropelado. Uma motorista que passava pela rodovia fez uma gravação e chegou a dizer: “Agora eu acredito que tem onça”.  

O biólogo Nelson Junior disse que o aumento de aparições de onças-pintadas na região do Paranapanema está ligado a mudanças no meio ambiente local. “Um dos motivos pode ser o avanço de regiões de plantação, de pastagem e, consequentemente, a diminuição de regiões de matas fechadas, que é o habitat natural das onças. É um animal que não anda em bando, ele anda isolado e precisa de uma área geográfica grande para poder viver e se alimentar. Outro fator importante, é que pode estar ocorrendo nessa região a diminuição de presas naturais das onças: catetos, queixadas, capivaras e tatus. E sem a alimentação natural dela, ela vai acabar procurando outra região e atacando bovinos”, explicou.

Acesse GMC Online

Quer enviar sugestão, comentário, foto ou vídeo para a CBN Maringá? Faça contato pelo WhatsApp (44) 99877 9550