Prefeito de Maringá e senadores paranaenses se manifestam sobre saída de Moro
Post do prefeito Ulisses Maia (PSD) | Foto: Captura de Tela

Ex-ministro

Prefeito de Maringá e senadores paranaenses se manifestam sobre saída de Moro

Política por Victor Simião em 24/04/2020 - 14:47

Ulisses Maia, Oriovisto Guimarães, Flávio Arns e Álvaro Dias comentaram o pedido de demissão do agora ex-ministro da Justiça nas redes sociais. O tom geral foi de lamento e apoio a Moro.


 

A saída de Sergio Moro do Ministério da Justiça, anunciada em pronunciamento nesta sexta-feira (24), foi repercutida nas redes sociais de políticos. O prefeito de Maringá, Ulisses Maia, e os senadores do Paraná escreveram mensagens sobre o assunto. Além de ter sido o juiz responsável pela maior parte dos julgamentos da Lava-jato, Sérgio Moro é paranaense, nascido em Maringá. 

Ele pediu demissão após o Governo Jair Bolsonaro demitir o diretor-geral da Polícia Federal Marcelo Valeixo sem dar razões claras. O ex-juiz apontou tentativa de interferência por parte da Presidência da República. 

De modo geral, as postagens tiveram tom de perda para o Brasil e reforço de apoio a Moro. 

No Twitter, o prefeito Ulisses Maia (PSD) escreveu que: “Sergio Moro é um orgulho para Maringá e para o Brasil. Ele cumpriu papel público importante como juiz e também como ministro. É uma perda para o país sua saída de uma pasta tão vital no combate à corrupção, mas sei que onde estiver honrará sua missão”. 

Na mesa rede social, os senadores pela Paraná se manifestaram. 

Alvaro Dias (Podemos) fez uma série de publicações. O político escreveu: “Moro aponta fundamentos do crime de responsabilidade praticado pelo presidente. Mais graves que a demissão são os crimes denunciados. Inquéritos em andamento estimularam demissão de Valeixo. Ele é incorruptível. O crime de falsidade ideológica é surpreendente . Por que demitir Valeixo com a caneta de Moro?”. 

O senador Oriovisto Guimarães (Podemos) escreveu: “Acompanhei a coletiva de imprensa do min. Sergio Moro, nesta manhã. Declaro total apoio ao ex-juiz e não quero ver o fim da autonomia da PF nas importantes investigações que realiza. Continuo acompanhando a situação política, mas deixo muito claro meu integral apoio a Moro”. 

Flávio Arns (Rede) lamentou. O senador registrou que: “A saída de @SF_Moro do @JusticaGovBR é mais uma lástima que se acumula em meio a tantas crises que estamos vivenciando em nosso país. O que esperar agora? Polícia Federal sem comando técnico? Mais retrocessos no combate à corrupção?   Pela primeira vez na história não se escolheu quem seria punido, a Justiça foi feita independente de cargo ou classe social. Sua saída, da forma como ocorreu, deixa em todos nós um enorme sentimento de dúvida sobre o futuro”.


 

Ao sair de casa, USE máscara. Clique aqui e saiba por que ela é importante