Moro diz que ficou feliz com a não mudança de domicílio eleitoral para São Paulo
O ex-ministro da Justiça e Segurança Pública participou de um evento na Sociedade Médica de Maringá nesta quinta-feira (23) | Foto: Victor Ramalho/CBN Maringá

Eleições 2022

Moro diz que ficou feliz com a não mudança de domicílio eleitoral para São Paulo

Eleições 2022 por Victor Ramalho em 23/06/2022 - 20:01

Em evento na Sociedade Médica de Maringá na noite desta quinta-feira (23), o ex-ministro da Justiça disse que a tentativa de ser candidato por São Paulo havia sido uma orientação do União Brasil. Ele ainda não revelou para qual cargo irá se candidatar nas eleições 2022.

Na primeira semana de junho o Tribunal Regional Eleitoral (TRE) de São Paulo rejeitou, por quatro votos a dois, a tentativa de transferência do domicílio eleitoral do ex-ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, para São Paulo. Com a decisão, que ainda cabe recurso no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ele só poderá se candidatar a algum cargo nas eleições de 2022 pelo Paraná.

Na noite desta quinta-feira (23), ele participou pela primeira vez de um evento após o imbróglio. O ex-juiz da Lava Jato foi convidado para uma palestra na Sociedade Médica de Maringá, onde conversou com membros da entidade sobre pautas voltadas à Saúde. Em entrevista à CBN Maringá após o encontro, o ex-ministro disse que não lamentou a não mudança de domicílio eleitoral.

Segundo ele, a tentativa havia sido uma orientação da direção do União Brasil, partido ao qual é filiado, por conta de São Paulo ser um colégio eleitoral maior que o Paraná. Moro se diz feliz por poder se candidatar pelo Paraná, mas questiona a decisão do TRE. [ouça no áudio acima]

Após ser pré-candidato a presidente pelo Podemos e também ter seu nome ligado ao Senado, o ex-juiz ainda não revelou para qual cargo deverá se candidatar, mas fala na conversa com os médicos, falou em construir um "projeto dos estados que não dependa muito de Brasília". [ouça no áudio acima]

Questionado sobre quando anunciará oficialmente sua candidatura, Moro afirmou que uma definição deverá ocorrer na primeira quinzena de julho.